Now Playing Tracks

  • Track Name

    Forever Young

  • Artist

    Audrea Mae & The Forest Rangers

algumdiadesses:

Eu gostei de você desde do primeiro beijo. Te amei desde do primeiro abraço. E te quis no instante em que te ter ao meu lado se tornou uma necessidade. Gosto do seu sorriso de boca aberta, mesmo você não gostando de mostrar, gosto do seu cabelo que você insiste em esconder embaixo do boné, e mesmo não gostando muito do seu jeito de extravasar, eu amo o jeito de como me faz sorrir.
Eu carreguei o peso do mundo por você, engoli sapos e bois, aguentei até o último minuto porque jamais queria sentir a dor de tê-lo longe. Joguei um balde de tudo que fiz por você, sem ingratidão, pois nunca me arrependi, queria que construíssemos nosso caminho juntos, me fiz de forte para te levantar quando o via caindo, porque você sempre foi melhor do que falaram, ninguém viu o que vi e por menos não sentiram o que senti e o que sinto hoje. Depois de todas as brigas ainda continuava imaginando você me esperando na igreja – mesmo que esse não fosse meu maior sonho e nem sua maior questão –, dividindo a cama e levando os cachorros para passear. Eu ainda te vejo crescendo na vida e mostrando para todo mundo que você é merecedor da dela.
Passamos a nos acomodar um no outro, eu aceitando e você criando novas prioridades, eu aceitando o perdão e acreditando no “vou mudar, é a última vez, eu juro, posso subir ai?”. O peso do mundo foi ficando pesado demais, os sapos e bois engasgados na garganta e a dor de te ter longe no mesmo lugar desde do momento que você era a minha necessidade.
Falei, falei, tentei te despertar, mas só ouvia promessas e palavras que agradariam a qualquer um, mas nunca fora o suficiente para mim, eu queria mais. Mais abraços, mais beijos, mais compreensão, mais vontade, mais respeito, mais amor, mais você. Eu queria de menos o que você fazia/queria demais. Nunca fora egoísmo da minha parte, às vezes precisamos ouvir o que não gostamos para cair na realidade e colocar os pés no chão.
Os meus 1 metro e 62 se tornaram meros 20 centímetros, de repente minha zona de conforto se esvaiu, eu não me reconhecia mais, mas mesmo assim me mantive firme pra tomar uma das mais difíceis decisões, continuar sem você.
Menti quando disse que não te amava mais, que não te queria mais e quando pedi para me esquecer. O que queria era que batesse na minha porta e me chamasse para conversar e dissesse que tudo iria mudar. Queria que dissesse que ainda temos tempo de esquecer tudo que foi dito, que me feriu ao escrever e te machucou ao ler. Dizer que me perdoa e que nosso caminho ainda precisa que completemos o trajeto, juntos.

ADD…!!!

We make Tumblr themes